Tools

You are here: Home » BRASIL » Segundo turno reafirma polarização do Brasil
Terça, 21 Mai 2019

Segundo turno reafirma polarização do Brasil

Como apontou todas as pesquisas divulgadas ao longo dos últimos meses, o próximo presidente do Brasil será definido em segundo turno, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Os dois candidatos, representantes dos mais exaltados eleitores deste pleito, possuem propostas de governo distintas, cujo embate até o momento foi mais moral do que político, também bastante retardada pelas fake news e propagandas exacerbadas das militâncias.

Em três semanas, até o dia 28 de outubro, o domingo do returno da eleição presidencial 2018, Bolsonaro e Haddad que convencer a própria base eleitoral e a eleitorados dissidentes de candidatos derrotados. O trabalho aglutinador será essencial – somar votos é crucial nesta fase da corrida à cadeira máxima do Executivo nacional. Mas, para isso, devem também atender as demandas do mercado e dos investidores, cada um por si se mostrar hábil com a agenda econômica do país e oferecer governabilidade com mais ações do que demagogia.

Bolsonaro e Haddad alçados ao segundo turno reflete a polarização do país. De um lado, o militar reformado, e suas promessas de aumentar a segurança nas ruas e combater acirradamente a corrupção, é a esperança de um nome fora da curva - desde o início dos anos 1990 dominada pelo PT e PSDB, recentemente envolvidos em investigações da Operação Lava Jato.

Do outro, o petista paulista ainda à sombra de Luis Inácio Lula da Silva, elevado à presidenciável numa questionável estratégia do partido em insistir na candidatura do ex-presidente, e que apesar de culto, Haddad insiste em uma política retrógrada, baseado naquela que o PT já tentou e fez no início dos anos 2000.

A estrutura política do Brasil está rechaçada, mas em tempo de ser consertada. Numa eleição atípica, sem grandes marqueteiros envolvidos, portanto, sem espalhafatosas propagandas, seja em TV ou na internet, Bolsonaro consolidou um eleitorado fiel há anos, e sem muitos malabarismos, seguiu o tom que sempre lhe foi peculiar. Foi covardemente esfaqueado num momento crucial da campanha, forçado a se ausentar das ruas e dos debates, mas tinha gordura para se manter no topo das intenções de voto.

Haddad entrou na corrida eleitoral como retardatário e apenas conseguiu a vaga para o segundo turno por causa da sintomática transferência de voto do indeferido Lula (preso desde abril na sede da Polícia Federal em Curitiba). Está à sombra de um PT desmoralizado, apontado como traidor do povo brasileiro por ter institucionalizado a corrupção, e mais, não raramente mencionado como a voz de um político-presidiário. Carrega, ainda, a derrota ainda em primeiro turno da reeleição à prefeitura de São Paulo, após um mandato morno.

Num Brasil tão dividido, o segundo turno da eleição presidencial é a oportunidade dos mais bem votados – Bolsonaro e Haddad – em afinar as respectivas projeções aos próximos quatro anos à frente do país.

Ainda falta sustância na campanha de Bolsonaro e seu provável ‘superministro’ Paulo Guedes, que devem se alinhar melhor com o candidato à vice-presidente, Hamilton Mourão, a fim de consolidar ideias, sem ruídos ou ideias dispersas em polêmicas gratuitas.

À Haddad, falta personalidade para conduzir a própria campanha, se desvincular do falatório essencialmente populista do PT a partir de promessas de mais emprego e saúde, além de adverso à agenda de necessárias reformas ao Brasil para evitar o colapso das contas públicas.

Erick Tedesco A TARDE SP Fotos: Mauro Pimentel AFP e Fabio Vieira (Estadão Conteúdo).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

MATÉRIAS EM VÍDEOS REPORTERBAHIA.COM

Ministro nega cortes em universidades e diz que educação básica é prioridade O ministro da Educação, Abraham Weintraub, negou a existência de cortes em recursos das universidades, disse que o foco do governo Bolsonaro está nas creches e no ensino básico e entrou em embates com parlamentares da oposição. Ele foi convocado a falar no Plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (15) para a explicar os contingenciamentos orçamentários nas universidades. A sessão coincidiu com protestos, ocorridos em todos os estados e no Distrito Federal, contrários à diminuição de verbas na educação. Weintraub explicou que o ministério está cumprindo determinações orçamentárias ao contingenciar os recursos. Afirmou ainda que o orçamento da pasta pode ser reforçado por eventuais montantes repatriados de desvios na Petrobras. “Estamos cumprindo a lei. O ministro da Economia, Paulo Guedes, que esteve aqui várias vezes, já explicou que somos obrigados pela Lei de Responsabilidade Fiscal a contingenciar toda vez que a receita não corresponde ao que foi orçado, no ano anterior, pelo Congresso Nacional”, declarou o ministro. Reportagem - Carol Siqueira e Eduardo Piovesan Edição - Marcelo Oliveira/Vídeo: Câmara dos Deputados. Política de Prevenção da Automutilação e Suicídio aguarda sanção presidencial A proposta (PL 1902/2019) que cria a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio foi aprovada pelo Congresso Nacional em 3 de abril. Projeto prevê a notificação obrigatória por escolas, por exemplo, de todos os casos às autoridades sanitárias e aos conselhos tutelares. Se promulgada sem alterações, a proposta será colocada em prática pela União em cooperação com os estados, o Distrito Federal e os municípios. Veja mais na reportagem da TV Senado. Fonte: Agência Senado/Vídeo: TV Senado. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência - Versão completa em Libras Libras é a sigla para a língua brasileira de sinais, composta de um extenso e complexo repertório de gestos. Em 2002, a Lei 10.436 deu à Libras o status de meio legal de comunicação e expressão. Desde então, escolas, faculdades, repartições do governo e empresas concessionárias de serviços públicos estão obrigadas a providenciar intérpretes para atender aos surdos. A lei faz aniversário em 24 de abril, Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais. Ricardo Westin, da Agência Senado Colaborou: Ana Luísa Araújo Publicado em 25/4/2019 TV Senado - Publicado em 20 de mar de 2019. Senado pode banir sacolas plásticas, canudos e microplástico Alguns estados já proibiram a oferta e uso de objetos plásticos, como sacolas e canudos, mas o Senado estuda aprovar uma lei federal impedindo a fabricação de materiais feitos à base de microplástico — muito usado também pelas indústrias de cosméticos e higiene pessoal. Esse é o conteúdo do PLS 263/2018, que teve origem em uma sugestão legislativa de um cidadão apresentada por meio do Portal e-Cidadania. TV Senado - Publicado em 30 de abril de 2019.

Matéria Especial RepórterBahia.Com

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou para 169 o número de mortes em decorrência do rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho. Mais cedo, a corporação informou que dois corpos foram retirados da lama de rejeitos nos últimos dois dias. Fragmentos de corpos também foram localizados pelas equipes nas últimas horas.

Fonte: Agência Brasil.

www.deolhonoradio.com.br (clique na foto)

Repórter Bahia, a notícia com responsabilidade!

Nessa nova fase vamos nos dedicar ainda mais e da melhor forma possível somar na sua vida com informações de todas as áreas da vida, mas pautada na ética, na verdade, no compromisso com Deus, com a vida e com as pessoas.

A todos que nos acompanham através do rádio e da internet mais uma vez o nosso muito obrigado pela amizade e confiança, obrigado por tudo e que nessa nova fase da nossa vida profissional possamos nos aproximar ainda mais e juntos construirmos um jornalismo forte, independente, um jornalismo pra fazer a diferença.

REPÓRTER BAHIA.COM, a nova marca do jornalismo da nossa Bahia, está no ar. Sejam todos bem vindos!

O que aconteceu com o Blog do Arnaldo Silva?

Gostaria de informar ainda que estamos através de Valter Oliveira que é o nosso grande parceiro administrativamente trabalhando para restaurar o blog que será utilizado nessa nova fase do nosso trabalho como link de acesso a nova marca do jornalismo da Bahia, REPÓRTERBAHIA, no ar desde essa quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016.
Entendo que mudanças como essas vão precisar de tempo para alcançar o mesmo patamar de acessos e assiduidade dos nossos leitores, mas não estamos sozinhos, temos Deus nos comando e a parceria de muitos amigos e leitores conquistados nesses sete anos de blog, nesses sete anos de muito trabalho e dedicação ao jornalismo, a nossa grande paixão na comunicação.


http://www.seo.mavi1.org http://www.mavi1.org http://www.siyamiozkan.com.tr http://www.mavideniz1.org http://www.mavideniz.gen.tr http://www.17search17.com http://www.siyamiozkan.com http://www.vergi.gen.tr http://www.prsorgu.org http://www.seoisko.net http://www.seoisko.org http://www.ukashhizmet.com http://www.ukashmavi.com http://www.sirabulucu.net http://www.kanuntr.com http://www.kanuntr.org http://www.kanuntr.net http://www.kananlartr.com http://www.kananlartr.org http://www.kananlartr.net http://www.haberbul.org http://www.iskoseo.com http://www.iskoseo.net http://www.iskoseo.org http://www.siyamiozkan.net