Tools

You are here: Home » BRASIL » Segundo turno reafirma polarização do Brasil
Quinta, 13 Dez 2018

Segundo turno reafirma polarização do Brasil

Como apontou todas as pesquisas divulgadas ao longo dos últimos meses, o próximo presidente do Brasil será definido em segundo turno, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Os dois candidatos, representantes dos mais exaltados eleitores deste pleito, possuem propostas de governo distintas, cujo embate até o momento foi mais moral do que político, também bastante retardada pelas fake news e propagandas exacerbadas das militâncias.

Em três semanas, até o dia 28 de outubro, o domingo do returno da eleição presidencial 2018, Bolsonaro e Haddad que convencer a própria base eleitoral e a eleitorados dissidentes de candidatos derrotados. O trabalho aglutinador será essencial – somar votos é crucial nesta fase da corrida à cadeira máxima do Executivo nacional. Mas, para isso, devem também atender as demandas do mercado e dos investidores, cada um por si se mostrar hábil com a agenda econômica do país e oferecer governabilidade com mais ações do que demagogia.

Bolsonaro e Haddad alçados ao segundo turno reflete a polarização do país. De um lado, o militar reformado, e suas promessas de aumentar a segurança nas ruas e combater acirradamente a corrupção, é a esperança de um nome fora da curva - desde o início dos anos 1990 dominada pelo PT e PSDB, recentemente envolvidos em investigações da Operação Lava Jato.

Do outro, o petista paulista ainda à sombra de Luis Inácio Lula da Silva, elevado à presidenciável numa questionável estratégia do partido em insistir na candidatura do ex-presidente, e que apesar de culto, Haddad insiste em uma política retrógrada, baseado naquela que o PT já tentou e fez no início dos anos 2000.

A estrutura política do Brasil está rechaçada, mas em tempo de ser consertada. Numa eleição atípica, sem grandes marqueteiros envolvidos, portanto, sem espalhafatosas propagandas, seja em TV ou na internet, Bolsonaro consolidou um eleitorado fiel há anos, e sem muitos malabarismos, seguiu o tom que sempre lhe foi peculiar. Foi covardemente esfaqueado num momento crucial da campanha, forçado a se ausentar das ruas e dos debates, mas tinha gordura para se manter no topo das intenções de voto.

Haddad entrou na corrida eleitoral como retardatário e apenas conseguiu a vaga para o segundo turno por causa da sintomática transferência de voto do indeferido Lula (preso desde abril na sede da Polícia Federal em Curitiba). Está à sombra de um PT desmoralizado, apontado como traidor do povo brasileiro por ter institucionalizado a corrupção, e mais, não raramente mencionado como a voz de um político-presidiário. Carrega, ainda, a derrota ainda em primeiro turno da reeleição à prefeitura de São Paulo, após um mandato morno.

Num Brasil tão dividido, o segundo turno da eleição presidencial é a oportunidade dos mais bem votados – Bolsonaro e Haddad – em afinar as respectivas projeções aos próximos quatro anos à frente do país.

Ainda falta sustância na campanha de Bolsonaro e seu provável ‘superministro’ Paulo Guedes, que devem se alinhar melhor com o candidato à vice-presidente, Hamilton Mourão, a fim de consolidar ideias, sem ruídos ou ideias dispersas em polêmicas gratuitas.

À Haddad, falta personalidade para conduzir a própria campanha, se desvincular do falatório essencialmente populista do PT a partir de promessas de mais emprego e saúde, além de adverso à agenda de necessárias reformas ao Brasil para evitar o colapso das contas públicas.

Erick Tedesco A TARDE SP Fotos: Mauro Pimentel AFP e Fabio Vieira (Estadão Conteúdo).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

MATÉRIAS EM VÍDEOS REPORTERBAHIA.COM

Vídeos produzidos pelo REPORTERBAHIA.COM - A NOTÍCIA COM RESPONSABILIDADE.

Matéria Especial RepórterBahia.Com

Planos de Witzel de usar drone que faz disparos em ações policiais no Rio são criticados por especialistas

Com pautas semelhantes às do presidente eleito Jair Bolsonaro para o combate à violência, que contemplam, por exemplo, o princípio de “excludente de ilicitude” para as ações de policiais em confronto, o governador eleito Wilson Witzel planeja viajar para Israel, no ano que vem, para buscar tecnologias para uso na área de segurança. Ele deve ir acompanhado do deputado estadual, que se elegeu para o Senado, Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente eleito, de acordo com informação da coluna de Berenice Seara, do EXTRA. Os dois se encontraram e discutiram, entre outros recursos técnicos, o uso de drones que levam armas acopladas. Esta semana, Witzel já havia defendido o abate de criminosos com fuzis, que foi criticado por especialistas e pelo atual ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. O futuro ministro da Defesa, general Augusto Heleno, no entanto, apoiou a ideia, adotada, segundo ele, no Haiti.

Clique na foto e confira matéria completa.

Bandeira de Capim Grosso

Repórter Bahia, a notícia com responsabilidade!

Nessa nova fase vamos nos dedicar ainda mais e da melhor forma possível somar na sua vida com informações de todas as áreas da vida, mas pautada na ética, na verdade, no compromisso com Deus, com a vida e com as pessoas.

A todos que nos acompanham através do rádio e da internet mais uma vez o nosso muito obrigado pela amizade e confiança, obrigado por tudo e que nessa nova fase da nossa vida profissional possamos nos aproximar ainda mais e juntos construirmos um jornalismo forte, independente, um jornalismo pra fazer a diferença.

REPÓRTER BAHIA.COM, a nova marca do jornalismo da nossa Bahia, está no ar. Sejam todos bem vindos!

O que aconteceu com o Blog do Arnaldo Silva?

Gostaria de informar ainda que estamos através de Valter Oliveira que é o nosso grande parceiro administrativamente trabalhando para restaurar o blog que será utilizado nessa nova fase do nosso trabalho como link de acesso a nova marca do jornalismo da Bahia, REPÓRTERBAHIA, no ar desde essa quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016.
Entendo que mudanças como essas vão precisar de tempo para alcançar o mesmo patamar de acessos e assiduidade dos nossos leitores, mas não estamos sozinhos, temos Deus nos comando e a parceria de muitos amigos e leitores conquistados nesses sete anos de blog, nesses sete anos de muito trabalho e dedicação ao jornalismo, a nossa grande paixão na comunicação.

http://www.seo.mavi1.org http://www.mavi1.org http://www.siyamiozkan.com.tr http://www.mavideniz1.org http://www.mavideniz.gen.tr http://www.17search17.com http://www.siyamiozkan.com http://www.vergi.gen.tr http://www.prsorgu.org http://www.seoisko.net http://www.seoisko.org http://www.ukashhizmet.com http://www.ukashmavi.com http://www.sirabulucu.net http://www.kanuntr.com http://www.kanuntr.org http://www.kanuntr.net http://www.kananlartr.com http://www.kananlartr.org http://www.kananlartr.net http://www.haberbul.org http://www.iskoseo.com http://www.iskoseo.net http://www.iskoseo.org http://www.siyamiozkan.net